miércoles, 17 de agosto de 2011

Medellín

Sexta-feira fui pra Medellín. Aproveitei que aqui era feriado na segunda-feira, coloquei as coisas na mochila e pé na estrada!

A estrada que vai pra lá é muito bonita. É bem no meio da cordilheira... sim, é cheia de curvas! Mas ninguém pode reclamar das estradas do Brasil não... a estrada é mão dupla, faixa única, quase não tem acostamento, não tem boa iluminação e também tem buracos! Apesar de tudo, os motoristas têm que pagar pedágio... uns cinco... ou mais! E, como em todos os lugares, os motoristas são imprudentes... mas dá pra ver que as cidades do caminho são como as do interior do Brasil... não muda nada! Há pessoas vendendo frutas, pães, bolos... há bares no meio da estrada...

Chegando em Medellín, o choque. Calor!!! Muito calor!!!

Bom, a cidade é muito bonita e cosmopolita, moderna. O clima, e também a cidade, são muitos parecidos com o Rio de Janeiro, só que ao invés da praia tem montanhas! As pessoas são muito alegres, e falam com um sotaque muito bonito.


Meu primeiro passeio foi conhecer a praça e o museu de Botero, claro! Afinal de contas, é a cidade onde nasceu esse maravilhoso pintor e escultor! É muito interessante... porque na praça estão várias esculturas, e ela fica bem no centro da cidade! Fiquei impressionada, porque ouvi dizer que os colombianos não gostam de ir a museus, mas essa praça é um museu!!! É como diz o ditado: "Se Maomé não vai à montanha, a montanha vai a Maomé". Se o povo não vai ao museu, o museu vai até o povo... e as pessoas caminham por ali desapercebidas, falando ao celular... nem notam as esculturas... se alguém para pra tirar foto: é turista! Então, será que nem assim os colombianos vão ao museu? Seguindo, então, há o Museu de Antioquia, onde estão outras esculturas e pinturas do Botero, e de outros artistas.


Essa foto é de um quadro de Botero, intitulado "Pablo Escobar muerto". Aqui estão dois grandes ícones de Medellín: o traficante e o pintor. Muito legal!


A cidade é cheia de parques. Alguns são como praças, mas eles chamam de parque. O mais legal que eu fui é o "Parque de los pies descalzos", onde a regra é tirar os sapatos! É um lugar singular... tem atividades com guias, com atividades de relaxamento e depois,
colocamos os pés na água e aprendemos a fazer massagen nos pés... que delícia! É refrescante e relaxante... depois disso, nem sentir dor nos pés ao caminhar!




Continuando o passeio, visitei o "Pueblito Paisa". Paisa é como são chamados os nascidos nessa região. O pueblito é uma réplica de como são os povoados paisas... é uma praça, com igreja, casas com balcões floridos, escola, prefeitura e armazéns. É possível entrar em cada uma dessas construções e ver como eram decorados. É um lugar muito bonito e também há um mirante de onde temos vista para toda a cidade!


Depois, conheci o centro gastronômico de Medellín: o parque Lleras. É uma praça, que fica numa zona boêmia, onde tem boates, bares, restaurantes, cafés... ali todos vão "rumbear"!

No domingo, o passeio era andar de "metro cable". Peguei o metrô (Medellín é a única cidade da Colômbia que tem metrô), fui até uma estação, e lá subimos no "metro cable", que é um teleférico, que sobe até o alto da montanha, com estações nos bairros populares. É um meio de transporte comum para as pessoas que vivem ali. Na última estação, no topo da montanha, entramos em outro "metro cable" para ir a um parque. O passeio é lindo, porque o "cable" vai por cima do bosque, e o percurso dura aproximadamente 8 minutos.


video

Espero que todas essas informações, fotos e o vídeo incentivem vocês a conhecerem Medellín. Vale a pena!!!

2 comentarios:

  1. Bacana demais!
    Aproveite ao máximo!
    Beijão

    ResponderEliminar
  2. Que bacana, Renata! Já estou colocando a Colômbia em minha lista de desejos!!!!

    ResponderEliminar